quarta-feira, 29 de novembro de 2006

A Mulher de Branco


Há muito tempo atrás, numa cidade do interior brasileiro, havia uma rapariga muito bonita, desejada por todos os rapazes. Mas mesmo tendo vários pretendentes, ela resolveu casar com um rapaz muito tímido e simpático.
No dia do casamento o noivo não apareceu e a rapariga ficou muito abalada, meteu-se no carro e saiu a correu pela estrada.
Quando estava perto de zona habitacional, um camião que vinha em sentido contrário chocou de frente com o seu carro, jogando-a para fora e matando-a de imediato.
Diz a lenda que, desde aquele dia em diante, todas as noites uma mulher de branco, muito bonita, aparece no mesmo local (Trevo do Pinheiro) e, enfeitiçados com sua beleza, os camionistas e motoristas olham para ela fixamente, perdendo assim o controle do carro, tendo como resultado o despiste do mesmo.
Muita gente pensa que essa tal mulher de branco é a bonita noiva que naquele dia foi deixada pelo seu futuro marido e saiu em prantos, correndo pela igreja. Alguns dizem q isso é verdade e que é por isso que hoje em dia o trevo do Pinheiro é um dos lugares campeões de acidentes de viação na região.

4 comentários:

atrakinas disse...

Devias-se chamar mulher de preto. Assim já estava vestida para a ocasião...

Anónimo disse...

meu,
mulher de branco q sai da igreja pq o marido naum apareceu e conto de festa junina!!!!!!!!!!!!!!
hahahahahahaha
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
fala serio

Anónimo disse...

Este texto foi publicado no dia 29 de novembro de 1998

Geovana Andrade disse...

isso foi publicado em 29 de novembro de 1998 k velhinho em kkkkkkkkk