segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

A Casa do Senhor Herman

Certo dia, num lugar distante, dois amigos jogavam à bola quando um deles consegue chutar a bola para dentro de uma casa há muitos anos desabitada. Era sabido, por aquelas bandas, que coisas muito estranhas se haviam passado na mesma. Então, um dos meninos, chamado Victor, decide entrar na casa.
Muito inspirado e motivado, ele passa pelas grades e dirige-se até o local onde tinha caído a bola. Esse lugar dava arrepios a Victor e ele pressentiu que não era coisa boa.
Segundo histórias contadas pelo seu avô João, Victor sabia que nessa casa tinha morado uma família muito estranha de actos completamente sombrios e que o chefe da família havia matado todos os restantes de forma macabra: ele assassinou os familiares, cortando as suas cabeças, pendurando-as de seguida como se fossem animais caçados.
Pois bem, Victor resolve arriscar e decididamente acha aquilo uma grande palhaçada, coisas de quem não tinha o que fazer e que inventava histórias sobre a vida dos outros. Victor apanhou uma pedra e bateu no vidro para ver o que havia de tão perigoso naquela casa. Já com a bola, e não satisfeito, entra em casa e começa a andar como se fosse a coisa mais natural do mundo. Já tinha percorrido todas as divisões e quando decide ir embora percebeu que algo não batia certo. Victor resolve ir até uma das salas e, ao entrar, o seu coração começa a bater com força como se algo fosse acontecer.
O rapaz reúne toda sua força e coragem e avança. Porém, pára e sem conseguir dizer uma palavra ou até mesmo pensar ele olhar para os lados e vê o que realmente aconteceu ali naquela casa. A parede estava agora rodeada de cabeças e Victor só pensava em sair dali a correr, mas algo pior ainda estava por acontecer. Na mesma sala estava a cabeça de todos os elementos da família menos a do senhor Herman! As pernas de Victor tremiam e os seus olhos saltavam das órbitas!
Decidiu então correr, mas já era tarde. Um homem com um aspecto medonho, olhos fundos, dentes podres, nariz para dentro e um cheiro insuportável aproximava-se com uma foice na mão.
Victor desapareceu e até hoje a sua família, embora tenha mudado para longe daquela cidadezinha, ainda tem esperanças de o voltar a ver. Mas quem sabe onde ele está? Nunca mais foi visto e a sua bola foi encontrada no jardim da casa do senhor Herman. Apesar disso, muitas pessoas ainda duvidam que ele tenha entrado lá.
Victor desapareceu numa Quinta-feira dia 31 de agosto de 1943.

1 comentário:

djpmfl disse...

mais um misterio q ficou por descobrir..... era cusco olha!! loool!! :)